terça-feira, 31 de janeiro de 2012

primeiros socorros para a viagem


Vocês planejaram a viagem com um mês de antecedência, escolheram um lugar com estrutura para receber crianças e calcularam o dia mais adequado para tirar férias do trabalho. Tudo perfeitamente organizado para aproveitar esse período de descanso ao lado da família, mas... o filhote pegou um resfriado daqueles logo no início do passeio. E agora? Para que os planos da temporada não rolem ladeira abaixo, é essencial ter à mão remédios que driblem qualquer encrenca – afinal, quando o assunto é criança, quase sempre surge um imprevisto.
Os cuidados com a saúde da criançada já devem começar no trajeto até o local de destino – na estrada ou no ar. Aquela dor de ouvido que dá na descida da serra ou quando o avião decola, por exemplo, é um problema simples de contornar. “No caso de um bebê de colo, basta oferecer a chupeta ou uma mamadeira com água”. Já os maiorzinhos podem mascar um chiclete ou comer um biscoito – o importante é mastigar e engolir para controlar a pressão no ouvido. Prefira vestir seu filho com roupas confortáveis e calçá-lo com um sapato lasseado, principalmente nas viagens mais longas. E não deixe de carregar um travesseiro e uma manta: se baterem o frio e o sono, a criança não poupará fôlego para expressar seu desconforto.
Com as dicas acima, será mais simples e agradável para todos chegar ao local de repouso. Lembre-se, no entanto, de que há sempre o risco de o pequeno ter uma reação alérgica a um alimento novo ou ficar com o intestino preguiçoso. “No verão, o problema mais comum em viagens é a diarréia”. No inverno, por outro lado, as grandes vilãs das férias são as doenças respiratórias. Como o melhor é estar preparado para qualquer situação, não custa pedir orientações específicas ao pediatra antes de fazer as malas. Listamos alguns remédios que devem acompanhar a família em qualquer escapada da rotina. Prepare o seu kit:
Analgésico e antitérmico para febre e mal-estar
Antiemético para náuseas e vômitos
Descongestionante nasal
Colírio para conjuntivite
Pomada ou loção para irritações, alergia e feridas na pele
Antiespasmódico para cólicas intestinais
Pomada ou aerossol para picada de insetos
Pomada para assaduras
Xarope para tosse
Analgésico para inflamações e contusões
Restaurador da flora intestinal
Soro reidratante
Remédio para constipação

Como arrumar a mala de viagem da criança




Além das roupinhas lindas que você já separou, inclua estes adicionais na bagagem:
- 2 pares extras de meia para cada dia
- 3 ou 4 pares de meias antiderrapantes
- 2 calcinhas ou cuecas extras para cada dia
- 2 gorros para o frio
- 2 chapéus ou bonés para o sol
- 2 pijamas de calor, 2 pijamas de meia-estação e 2 pijamas quentes
- 5 biquínis, maiôs ou sungas
- Roupas de cama/berço e banho suficientes para trocas a cada três dias
- 1 cobertor pesado, 1 manta de lã e outra de linho ou algodão
- 2 toalhas com capuz
- 3 fraldas de pano e mais 3 fraldas de boca para cada dia
- 1 babador por dia – prefira os de plástico, que podem ser limpos com pano úmido
- Tênis, sandálias, botas, sapatinhos para ocasiões especiais e chinelos – 1 par de cada
-  Sacos ou mala extra para roupas sujas

Para locais de clima frio, acrescente:
-  1 gorro com protetor de orelhas
- 1 edredom ou cobertor pesado
- 2 cachecóis
- 2 pares de luva
- 2 casacos forrados, com capuz
- 1 casaco de chuva
- 1 par de botas forradas ou galochas
-  1 saco de dormir forrado

Para locais de clima quente, acrescente:
- Camisetas e bonés com proteção UV
- Fraldas de praia e piscina, que não incham – conte 3 mudas por dia
-  Toalha ou roupão de praia
- 1 par de boia de braços
- Loção infantil pós-sol
- Kit de brinquedos para praia
- Piscina inflável – que também pode servir de banheira depois de higienizada
- Acessórios para prender os cabelos das meninas

Outros acessórios:
- 2 sabonetes neutros para corpo e cabelo
- Escova e pasta de dentes
- Pente
- 1 hidratante
- 1 cortador ou tesoura de unhas
- 2 protetores solares – teste antes em casa para não correr o risco de alergias
- 1 repelente contra insetos – peça indicação do pediatra
- 2 pomadas para assaduras (1 para prevenção e 1 para tratamento)
- De 4 a 6 fraldas descartáveis por dia, incluindo as noturnas
- 1 pacote de lenço umedecido por semana
- 1 pacote de algodão para higienização

Ministério da Saúde divulga a inclusão de duas vacinas no calendário infantil


Calendário básico de vacinação conta com mais duas vacinas
Os imunizantes pentavalente e pólio inativada estarão disponíveis no segundo semestre deste ano
A vacina injetável contra poliomielite, composta por vírus inativado, é mais uma iniciativa do governo brasileiro em prol da erradicação da doença no país, conhecida popularmente como paralisia infantil. A novidade integrará o programa de imunização de rotina e será administrada em crianças que estiverem iniciando seu calendário básico de vacinação, aos dois e aos quatro meses de vida. As doses orais continuarão sendo utilizadas como reforços, aos seis e aos 15 meses de idade.

Enquanto a mudança não é implementada, o procedimento continua o mesmo: na primeira etapa da campanha, que será realizada em junho, as crianças menores de 5 anos receberão a versão oral, independentemente de terem sido imunizadas anteriormente.  

Com a proposta de ampliar o número de fórmulas combinadas, que reúnem proteção a múltiplas doenças em uma mesma aplicação, o Ministério da Saúde anunciou, também para o segundo semestre de 2012, a adoção da vacina pentavalente, capaz de prevenir difteria, tétano, coqueluche, Haemophilus influenza tipo b e hepatite B. Atualmente, a imunização para essas enfermidades está disponível em duas vacinas separadas. As crianças se submeterão às aplicações aos dois, aos quatro e aos seis meses de idade.

Além da pentavalente, serão mantidos dois reforços da fórmula DTP (que defende contra difteria, tétano e coqueluche). O primeiro será  ministrado a partir dos 12 meses, e o segundo, entre 4 e 6 anos. Os recém-nascidos devem continuar recebendo a primeira dose da vacina de hepatibe B, nas primeiras 12 horas de vida.


quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

flor para o cabelo passo a passo como fazer







A medida do molde é de 7,6 cm





Dobre o molde ao meio
Corte o papel num quadrado de 7,6 cm.Dobre o molde ao meio.


Dobre agora no terçoDobre a outra ponta até alinhar
Divida a parte de cima em três e  marque o centro da parte de baixo. Dobre nesse terço como na imagem.Dobre a outra ponta até alinhar as bordas como na imagem.

Dobre na metadeRecorte como na imagem
Dobre na metade, juntando as bordas.Corte a ponta superior conforme demonstrado na imagem.

Desdobre e veja como ficou o moldeCorte cinco pétalas no tecido
Desdobre e veja o molde pronto. Deve ficar assim.Corte no tecido escolhido cinco pétalas conforme o molde e um pequeno pedaço de entretela para a base.

Confira a proporção dos miolos de cada pétalaComece com um miolo de 1 cm de diâmetro
Preste atenção no comparativo dos círculos dos miolos de cada pétala. Essa será a proporção de aumento de uma para a outra.Alinhave no centro da primeira pétala um pequeno círculo de 1 cm de diâmetro.

Puxe o alinhavo e fixe na entretela
Puxe a linha do alinhavo de modo a formar um miolinho estufado para a parte de fora da pétala, como na imagem.
No avesso, costure essa primeira pétala na entretela. Todas as outras pétalas também serão costuradas nessa mesma entretela.
Isso dará sustentação à sua flor.

Lembre-se que a próxima pétala terá o círculo do miolo um pouco maior. Reveja a imagem das moedas mais acima, para se situar. Ao aumentar gradativamente o tamanho do círculo do miolo, você estará diminuindo o tamanho da pétala e dando volume à flor, além de um formato mais elegante ao miolo.

Encaixe a segunda pétala no miolo da primeiraPuxe o alinhavo
Repita o processo do alinhavo do miolo, usando a mesma linha que costurou a primeira pétala. Puxe o alinhavo e fixe na entretela através da primeira pétala.Essa será a aparência. O miolo da primeira pétala ficará encaixado dentro do miolo da segunda pétala ao alinhavar. Assim será também com as próximas pétalas.

Costure a terceira pétala da flor de sedaCosture a quarta pétala encaixada na terceira
Repita com a terceira pétala, aumentando o tamanho do miolo.Faça o mesmo para a quarta pétala.

Costure a última pétala e ajeite o mioloVeja como ficou o avesso da entretela
E o mesmo para a quinta. Perceba como ficou o miolo.No verso a entretela estará assim, afinal todas as pétalas foram costuradas à ela.

Recorte em torno da costuraRecorte a entretela em volta da base costurada esta pronta















lustre ecológico